Você sabe como vender artesanato pela internet? Quem trabalha empreendendo sabe como é importante buscar por novas oportunidades de negócio constantemente e quando o assunto é vender, a internet se mostra como uma ferramenta poderosíssima.

Hoje é difícil encontrar um espaço na rede que não possa ser usado para divulgar e vender um produto. São sites, blogs e redes sociais que acumulam recursos capazes de alcançar e encantar milhares — e até milhões — de pessoas.

E não são apenas as grandes marcas que podem se beneficiar de todas essas vantagens. Quem trabalha com artesanato também tem espaço garantido na web.

Quer aprender como vender artesanato pela internet? Então esse post foi feito para você! Confira todas as dicas agora mesmo!

1. Anuncie em sites de vendas

Existem milhares de sites onde é possível anunciar os mais variados produtos. Se você está começando a usar a internet como ferramenta de venda e ainda não tem tanto público, eles serão perfeitos, já que é possível ser encontrado por muitas pessoas interessadas em seus produtos.

Além disso, estar em uma plataforma de vendas online facilita a propagação do seu nome, já que eles investem um bom dinheiro em marketing. Conheça os melhores endereços onde você pode anunciar.

Elo7

O site Elo7 é muito famoso entre artesãos, já que é uma plataforma de vendas que trabalha exclusivamente com peças feitas à mão e materiais para fazer artesanato.

Para abrir uma loja online basta fazer um cadastro no site.

O Elo7 cobra a taxa de comissão de venda sobre o valor total do pedido (produtos + frete), no momento que o comprador pagar pelo pedido através do Moip. O valor da comissão é retido automaticamente após o pagamento ser concluído.

A comissão de venda é de 12% para anúncio Clássico e 18% para anúncio Plus.

Mercado Livre

Você provavelmente já visitou o Mercado Livre para procurar algum produto do seu interesse. Que tal usar a plataforma para vender os seus produtos?

Você pode criar uma conta gratuitamente e escolher qual será o nível de exposição dos seus produtos.

A conta gratuita propaga o anúncio com uma exposição menor durante 60 dias. O Mercado Livre mudou as regras para pedidos abaixo de R$ 120 adicionando uma taxa fixa para o vendedor. A partir de 2 de julho, o site vai cobrar 11% mais R$ 5 por unidade no caso de um anúncio Clássico. Enquanto isso, anúncios Premium estarão sujeitos a 16% mais R$ 5 por unidade.

2. Use as redes sociais a seu favor

As redes sociais têm um poder que vai muito além de colecionar amigos e likes. Elas são ótimas aliadas para vendedores, principalmente para aqueles que têm pouco dinheiro para investir.

Mas não é qualquer rede social que pode trazer resultados para seu negócio. É preciso saber selecionar aquelas que são capazes de atrair seu público.

Instagram

O Instagram inicialmente era só um lugar onde você podia postar suas melhores fotos, mas logo tornou-se um terreno fértil para lojas online. A rede social tem investido em recursos para quem quer promover uma marca.

Algumas pessoas chegam a substituir uma loja virtual tradicional por uma conta gratuita no Instagram. Isso mostra como esse site pode ser poderoso.

O segredo para fazer sucesso é se empenhar em tirar boas fotos. Escolha locais bem iluminados, priorize uma câmera

com boa resolução — não precisa ser profissional — e comece a postar seus produtos.

Facebook

O Facebook é outro exemplo de rede social perfeita para quem quer vender produtos. Hoje já é possível criar páginas exclusivas para sua marca e incluir uma loja virtual sem muitas dificuldades.

Como o Face possui um feed mais flexível, é possível postar conteúdos mais variados, além de fotos.

Você também pode participar de grupos de compra e venda dentro da rede social, o que pode te ajudar a chamar a atenção das pessoas certas para sua página.

Pinterest

O Pinterest, diferente do Facebook e do Instagram, não é tão funcional para se criar uma loja online.

Porém, o site funciona como um mural de inspirações, onde você pode usar a beleza dos seus produtos para chamar a atenção de pessoas que usam o Pinterest.

Assim, elas conhecem sua marca e acabam visitando sua loja virtual e as outras redes sociais em nome dela.

3. Crie um site exclusivo para suas vendas

Se você está em busca de algo mais personalizado e profissional, como uma loja online, a dica é que você invista em um site exclusivo para os seus produtos.

Caso esse seja seu desejo, mas a grana te impeça de apostar em uma página profiss

ional, saiba que existem plataformas gratuitas e muito completas, como o Wix e o WordPress.

Para ter um site funcionando, você precisa adquirir um domínio, que é como o seu site se chamará. Ele será só seu e não poderá ser usado por mais ninguém.

Você também pode optar por um domínio gratuito, a única diferença é que será adicionado um nome no meio dele, como por exemplo: www.artesanato.wordpress.com.br.

4. Invista na boa apresentação do produto

Quando você decide expor seus produtos na internet, milhares de oportunidades de negócio chegam até você, mas algumas dificuldades podem surgir no caminho. Uma dessas dificuldades é a falta de confiança que as pessoas terão na sua marca, já que não é possível ver o produto de perto.

Isso é comum na vida de quem faz vendas pela internet, até mesmo para as grandes marcas. Por isso, a melhor maneira de contornar esse problema é fornecendo o máximo de informações sobre o que você está vendendo.

Faça uma boa descrição do produto, coloque todas as suas funcionalidades, por mais que pareçam óbvias. Descreva as medidas, peso, cores e o material usado em cada peça.

Fotografe cada detalhe e valorize aquilo que o produto têm de melhor. No caso das roupas, ofereça tabelas com os tamanhos para que os clientes possam usar como guia.

Por fim, esteja sempre disposto a tirar dúvidas e fornecer informações que ainda não ficaram muito claras.

5. Aproveite o site de outras pessoas para anunciar

E não são apenas as páginas que levam o nome da sua marca que podem fazer um bom trabalho por você. Existem milhares de blogs e perfis famosos nas redes sociais que aceitam parcerias com marcas que comercializam produtos como você.

Para isso, você deve escolher uma pessoa ou blog que represente bem sua marca. Depois, é só entrar em contato e negociar um espaço. Muitas pessoas aceitam pagamento por permuta, o que pode ser bem vantajoso para quem está começando.

Gostou das nossas dicas sobre como vender artesanato pela internet? Esperamos que elas tenham clareado suas dúvidas sobre essa questão e que você comece a propagar sua marca online em breve!

Tem alguma dúvida em relação aos produtos para artesanato? Então entre em contato com a Strass&Cia! Teremos um imenso prazer em conversar com você.

Autor

Escreva um comentário