A customização de roupas tem ficado muito popular entre as mulheres. Mesmo gostando de comprar roupas novas, dar um toque único em uma peça é uma forma de garantir mais personalidade e diferenciar o look do que já é vendido por aí.

A prática também é muito incentivada por redes sociais, como o Instagram, em que muitas garotas usam peças exclusivas, customizadas de alguma forma. Por isso, o mercado de customização tem crescido e ganhado cada vez mais espaço na moda.

Se você está pensando em abrir um negócio de customização de roupas e precisa de uma ajudinha para se organizar, as dicas deste post são para você! Confira a seguir!

Adquira alguns equipamentos

Seu negócio de customização vai precisar de alguns equipamentos para funcionar. É importante fazer uma boa pesquisa de preços antes de investir seu dinheiro em qualquer máquina. Nesse momento, é muito relevante estar atenta ao custo-benefício.

Alguns equipamentos essenciais para seu ateliê são: máquinas de costura, máquina para pregar tarraxas, tesouras, fita métrica, balcão, tintas, pincéis, aviamentos, agulhas, recipientes, baldes e bacias, colas, canetas para aplicações de chatons.

Saiba o que está em alta

Para que seu negócio faça sucesso, é muito importante que você esteja por dentro das novidades do mundo da customização. A melhor forma de se atualizar é fazendo pesquisas constantes na Internet. Acompanhe blogs, canais no YouTube e perfis no Instagram que abordem esse assunto.

Entre as peças em alta, estão as de moletom, bordadas com miçangas,  vidrilhos e outras pedrarias,chatons,  pérolas, peças com bordado em canutilhos, aplicação de tarraxas, camisetas com estampas criativas e aplicação de patches, principalmente em shorts e jaquetas jeans.

Encontre um espaço para trabalhar

Esse negócio requer que você encontre dois espaços: um ateliê onde serão feitas as customizações e um espaço onde você possa expor as peças. Se você puder contar com as duas opções, não precisa de um local tão grande. Uma prateleira e algumas araras serão suficientes.

Caso o lugar seja um problema, você pode fazer as customizações na sua casa e vendê-las pela Internet. O Facebook e o Instagram são ótimas ferramentas de divulgação e você pode abrir uma loja online de forma totalmente gratuita.

Defina um público-alvo

Todo negócio precisa conhecer o público que comprará seu trabalho e não é diferente com um ateliê de customização. Seus produtos são destinados para quais pessoas? Qual é o perfil dessas pessoas? São homens, mulheres ou crianças? Qual o poder aquisitivo deles?

Responder a esses questionamentos é essencial para que você saiba o tipo de produto que será produzido pelo seu negócio, assim como a maneira de vendê-los — lembrando que você não precisa necessariamente focar em apenas uma opção.

Encontre produtos de qualidade

Qualquer negócio precisa garantir qualidade aos seus clientes se quiser construir uma boa reputação. Antes de comprar seus materiais e equipamentos de trabalho, faça uma boa pesquisa entre suas opções.

Há empresas que oferecem uma grande variedade em materiais para customização, sempre focando na qualidade do produto e pensando no sucesso do seu negócio.

Nossa dica final é que você sempre busque por especialização para aprimorar suas técnicas. Qualquer negócio, independentemente do tamanho, precisa investir em qualidade e inovação constantemente.

A customização de roupas é um ramo cheio de oportunidades, basta explorar da forma certa, seguir nossas dicas e ir com muita força de vontade atrás dos seus objetivos.

Se você gosta das nossas dicas e quer continuar acompanhando nossos conteúdos de perto, curta nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram!

Autor

Escreva um comentário